Fale Conosco pelo WhatsApp

Perguntas Frequentes

Após adquirir o imóvel, quais são os custos referentes à documentação?

As despesas com a documentação costumam corresponder a 5% valor do bem adquirido, já incluso os gastos com o registro no cartório e o pagamento do Imposto sobre Transmissão de Bens Intervivos (ITBI). No município de Extrema – MG, por exemplo, o valor do ITBI é de 2% do valor de avaliação ou se superior, o valor declarado.


Quais as principais preocupações que devo ter em relação à documentação do imóvel?

É essencial que o comprador – devidamente acompanhado pelo seu corretor de confiança – faça uma análise da documentação antes da compra do imóvel (casa, apartamento, chácara, lote e etc). As certidões devem estar sempre atualizadas, caso contrário o cartório de notas pode não lavrar a escritura pública, sem prejuízo de outras a critério do comprador. Por isso é indispensável a assessoria de um corretor especializado no mercado imobiliário, que irá checar se o negócio está perfeitamente em ordem para ambas as partes.


O que é escritura definitiva?

A escritura definitiva é o documento que transmite definitivamente uma propriedade a outra pessoa. Ela deve ser lavrado em tabelionato e é imprescindível para garantir os direitos do cliente, evitando discussões sobre o imóvel na justiça. Posteriormente, deve-se registrar a escritura no serviço registral imobiliário da comarca, onde foi adquirido o imóvel.


O que é IGP-M acumulado e como funciona?

É o Índice Geral de Preços do Mercado, calculado pela Fundação Getúlio Vargas mensalmente. Ele registra a inflação de preços gerais do mercado e, por isso, é utilizado para reajustar contratos de aluguel e valores de parcelas de financiamento de imóveis. A correção é feita com a soma acumulada dos valores do IGP-M, dos meses da correção.


Quais são as condições para utilizar o FGTS para comprar ou dar entrada em um imóvel?

Os recursos do Fundo de Garantia por tempo de serviço (FGTS) só podem ser utilizados para a compra de imóveis de até R$ 500.000,00 e que sejam residenciais urbanos. Para usar o benefício na aquisição, a pessoa precisa comprovar que trabalhou por pelo menos três anos (seguidos ou alternados) sob o regime do FGTS. O adquirente precisa residir no município por mais de um ano ou trabalhar no município onde pretende comprar o imóvel. O proponente também não pode ser proprietário de imóvel residencial (construído ou em construção) no município onde exerce sua profissão (ou em regiões próximas) ou no seu atual município de residência. O imóvel que é alvo de aquisição por parte de uma pessoa que quer utilizar o seu fundo de garantia também não pode ter sido objeto de utilização do FGTS em aquisição anterior ou liberação da última parcela de construção há menos de três anos. Além do mais, o FGTS pode ser usado para abatimento do saldo devedor de um financiamento, ou seja reduzir o prazo ou valor do encargo.


Como funciona o financiamento pela chamada “Tabela Price”?

A Tabela Price é, essencialmente, um sistema de amortização — que consiste na forma com que uma pessoa quita a dívida obtida de um empréstimo tomado de alguma instituição financeira. Ao contratar uma linha de crédito, o cliente e a empresa estabelecem a maneira com que a dívida total — amortização, juros e seguros — será quitada. O sistema de amortização Price consiste em parcelas iguais, do início ao fim da quitação da dívida. No entanto, não necessariamente, a amortização e os juros possuem valores iguais em todas as parcelas. Ou seja, o valor se mantém o mesmo da primeira a última parcela, mas a sua composição alterada. Aliás, o normal praticado nesse sistema é que as primeiras parcelas tenham em torno de 20% do seu valor composto por juros. Já no fim da quitação da dívida, essa porcentagem deve chegar a menos de 5% — dependendo, claro, da modalidade de crédito contratada. Segue link para a realização do cálculo: http://www.calculador.com.br/calculo/financiamento-price


Na hora de comprar uma casa, posso fazer a negociação sozinho ou preciso de ajuda?

Nem sempre é fácil fazer a negociação de um imóvel, é preciso conhecimento e desenvoltura para chegar ao melhor acordo para ambas as partes. Se você não se sente seguro em relação a isso, peça ajuda a um corretor. Com um corretor de imóveis é mais fácil encontrar, negociar os melhores preços e condições de pagamento e realizar a compra do imóvel. Com a assessoria certa é possível encontrar um imóvel ainda melhor do que você espera por uma diferença pequena de preço em relação ao que esperava pagar., ou até menos.


Como funciona o Financiamento Imobiliário?

O financiamento imobiliário é uma linha de crédito de longo prazo oferecida por instituições financeiras, bancos públicos ou privados, destinadas a aquisição de imóveis (casa ou apartamento), para fins habitacionais ou de comércio, para qualquer pessoa que seja maior de 18 anos, sem restrição ao crédito e com capacidade financeira de pagamento. A entrada mínima para o financiamento é de 20% e o valor máximo da renda familiar a ser comprometido é de até 30%. A idade máxima para iniciar um financiamento, varia de banco para banco, porém, fica em torno de 70 a 75 anos. No entanto, para esta faixa de idade, o prazo máximo de financiamento é menor. Nos outros casos, normalmente o prazo varia de 360 a 420 meses.


Em tempos de crises, o mercado imobiliário enfraquece. É melhor esperar a época “melhorar”?

Não. De acordo com especialistas, o mercado imobiliário a cada dia se estabiliza em um equilíbrio entre oferta e procura. Essa equalização faz com que os preços subam, por isso em tempos de crises é um ótimo momento para comprar imóvel.


Como saber se a compra que estou fazendo é um bom negócio?

Um bom negócio é caracterizado por diversas variáveis. O cliente deve analisar o valor em relação ao mercado, o estado do imóvel, se ele atende às necessidades e expectativas, qual a valorização esperada nos próximos 5 anos, estimativa de crescimento da região, condições de pagamento em relação a realidade financeira, etc. Está cada vez mais difícil especular imóveis, mas é preciso ter em mente que muitas vezes os tempos difíceis são justamente os que apresentam as melhores oportunidades.


Faça uma SIMULAÇÃO AGORA


Preceito do dia 7: Todas as nossas palavras na vida diária são orações.